Líder de Grande Grupo: solucionando problemas

21/01/2010 at 12:09 Deixe um comentário

 Solucionar problemas não é uma tarefa simples para quem trabalha com voluntários. Treina-los, incentiva-los e prepara-los, pode ser uma tarefa árdua mas compensatória. Mas pense sobre isso: ensino bíblico, criativo e relevante = vidas sendo salvas. Consegue ver o valor do trabalho.

 Bem se você dirige voluntários deve compreender quando digo que mantê-los unidos e trabalhando pode ser muitas vezes um grande trabalho. E parte deste trabalho esta em solucionar problemas. Veja alguns pontos para refletir sobre este assunto.

Falta de preparo e comprometimento. Acredito que falta de preparo e comprometimento vá muito alem do programa de domingo e muito alem de comparecer as apresentações. Começa com a preparação. Como eles tem se preparados para ministrar a aula? Eles fazem da aula um devocional? Oram jejuam e meditam na palavra? Normalmente aulas vem com um texto bíblico para que os voluntários possam compreender melhor a linha de fundo ou em outras palavras o assunto que será apresentado no dia, isto pode servir de base para que eles se preparem espiritualmente para a trabalho no domingo. Se o vaso deles esta vazio o que eles podem dar? Entre em contato com eles de preferência no meio da semana e incentive eles a lerem a aula, comente algum texto, ou parte dele para os voluntários se prepararem.

Atrasos e faltas. Não há nada mais frustante do que uma falta não avisada. Crie uma cultura de prestação de contas. Ligue para os voluntários e se verifique o motivo da falta. Algumas vezes o motivo é justo. Se assim o for, apenas peça que o informe o motivo assim que possível para que você possa se organizar. Se o motivo não for justo, diga que isto é injusto com os outros e com o ministério e que o seu trabalho tem valor, muitas vezes eles não reconhecem o valor do próprio trabalho e isto gera faltas. Entre em contato, ligue para eles antes de sair de casa e confirme se esta tudo bem para o ensaio que ocorrera em breve. Isto ajuda a possíveis surpresas. Incentive e encoraje-os falando do valor do trabalho que ele ira realizar hoje. Olhe para si mesmo antes de olhar para os voluntários. Tente organizar a si antes de mexer nos outros. Sei que para muita gente se organizar é uma tarefa árdua e difícil. Mas se você quer ter que voluntários o sigam, vá pelo caminho certo ou em outras palavras, seja você pontual naquilo que se prontificou a fazer. Isso eu digo não apenas no seu ministério, mas na vida como um todo.

Brincadeiras e Distrações. Durante o ensaio vocês perdem o foco no que estavam fazendo. Isto pode ocorrer talvez por brincadeiras e distrações geradas por comentários muitas vezes maldosos. Fique atento, e valorize o tempo que vocês tem para ensaiar e se encontrar, afinal normalmente ele não costuma ser muito. E lembre-se o seu comportamento também conta, afinal você esta a frente de um trabalho, e muitas das atitudes que você tomar será copiada por seus voluntários como, por exemplo, como você brinca com eles? Com você limita as brincadeiras? Você deixa que uma simples piadinha se torne um machucado profundo no coração do voluntário? Oriente e seja repreensivo as estas atitudes. Tolera-las pode ter conseqüências profundas e difíceis de curar. Cuidado com as palavras, muitas vezes dizemos coisas que não deveríamos ter dito ou agimos como não deveríamos. Pense nisto. As vezes as brincadeiras podem começar por você, sem você nem mesmo perceber. Mostre aos voluntários que algumas brincadeiras podem ter conseqüências devastadoras em relação à equipe. Apelidos só devem ser utilizados quando as pessoas se apresentam com ele e não quando alguém os dá.

Esteja certo de que tem meios de contato dos voluntários. Telefones, e-mail, endereço e ate redes de relacionamento como Orkut/ Facebook. Utilize estes contatos para comunicar os voluntários fatos como, Sr. Silva vai fazer uma cirurgia, ou Sra. Anne vai fazer aniversario, ou assuntos relevantes do ministério como teremos reunião no próximo domingo.

Alinhe suas agendas. Muitos voluntários possuem agendas movimentadas, escola trabalho, família amigos, eu mesmo tenho que me organizar se não acabo não fazendo nada com ninguém e digo que tenho um monte de coisas a fazer.

Durante o ensaio seja critico e apóie. Ser critico mostra que você se preocupa com o trabalho que o voluntário vêm desempenhando, mas cuidado criticas são validas quando são construtivas. Então ao criticar tenha certeza das condições que o voluntário esta envolvido. Escalar voluntário que estão passando por problemas significa ser cauteloso a eles porem sem deixar que o ele realize um trabalho que não tenha valor. Valorize-o afinal ele escolheu estar no ministério ao invés de tomar um sundae de caramelo com os amigos.

Provavelmente você deve estar lendo tudo isto e dizendo “Yupii sou um campeão de problemas”. Mas não pense assim. Sempre digo se você esta enxergando o problema então boa parte dele já esta resolvido. Como você costuma solucionar problemas no ministério?

Anúncios

Entry filed under: Estilo de Vida, Idéias, Liderança, Ministério de Crianças, Programação e Ensino, Voluntáriado. Tags: , , , , , , , , , , , , .

Qualidade de um incrivel lider de Pequeno Grupo parteII Qualidade de um incrivel lider de Pequeno Grupo parteIII

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Click em follow this blog e receba notificações e novidades diretamente no seu e-mail.

Junte-se a 89 outros seguidores

Categorias

janeiro 2010
S T Q Q S S D
« dez   mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

%d blogueiros gostam disto: